Volta às aulas: dicas para adaptação escolar

Psicologas dão dicas para vivenciar com tranquilidade essa etapa que marca o início do ano letivo

O período de início de aulas requer uma atenção especial por parte dos pais e alguns detalhes podem ser essenciais para ajudar os alunos a se adaptarem ou retornarem à rotina escolar.

Segundo a psicóloga da Educação Infantil, Roberta Amendola, é recomendável que nos primeiros dias de aula somente a mãe ou o pai acompanhem a criança, e que este permaneça na sala de aula o mínimo possível, permitindo, assim, a criação do vínculo do aluno com seus professores e colegas.

A adaptação escolar é uma fase delicada, principalmente para os mais novos e/ou novatos. Roberta ressalta que é importante tomar cuidado para que a ansiedade dos familiares não passe para a criança.

É importante destacar que cada criança tem uma forma particular de encarar o novo, por isso é essencial evitar comparar as reações do (a) seu/sua filho (a) com as dos colegas ou irmãos mais velhos.

Durante o processo de adaptação ou readaptação é possível que a criança chore. Nesse caso, os pais devem deixar a criança na sala com as professoras, já que tirá-la do ambiente escolar vai dificultar/postergar o processo. Converse com as professoras e/ou orientadoras para decidirem a melhor forma de agir, em casos como esse.

 

 

É importante salientar que para esse período a escola planeja ações e estratégias que visam facilitar, ou deixar menos desconfortável a experiência da adaptação para as crianças, os familiares e professores. Por isso é necessário seguir as orientações dadas pelos profissionais da escola.

Já para a readaptação dos veteranos, é importante lembrar que eles passaram por esta experiência durante o ano passado, e, desta forma, criaram melhores condições emocionais para lidar com a rotina escolar novamente. Situações novas irão surgir e será necessário tranquilidade e tolerância para que tudo dê certo. O importante é que a família e a escola caminhem juntas, buscando sempre uma à outra para se apoiarem.

 

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestDigg thisShare on TumblrShare on RedditShare on StumbleUponShare on VKShare on YummlyFlattr the authorBuffer this pageShare on LinkedIn
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *